2 de jul de 2014

Malware para Android desativa antivírus e controla aparelho

A empresa de segurança FireEye relatou hoje a existência de um arquivo malicioso para Android que junta em um só pacote várias funcionalidades para roubar credenciais do smartphone, ler e enviar SMS, lista de contatos, iniciar atualizações perigosas, procurar apps bancários e substituí-los por falsos e ainda desabilitar o antivírus. 
Disfarçado como “Google Service Framework”, o malware, depois de instalado, não pode ser removido.
Em destaque o ícone do malware na tela de um celular com Android

O comportamento do vírus é similar ao de outro descoberto há duas semanas, que tentava se passar pelo Google Play Store. Mas, segundo a FireEye, este é mais perigoso porque trabalha com ferramenta de acesso remoto, RAT (sigla em inglês para Remote Acess Tool), que dá ao hacker controle do aparelho a distância.

Malware em execução em segundo plano do Android

A função mais perigosa da ameaça é a capacidade de buscar aplicativos de bancos e substituí-los por apps falsos. Ainda não foram descobertas as funcionalidades destes apps falsos, que devem ser ativados e controlados via RAT pelo invasor.

A FireEye não divulgou a fonte exata da distribuição do malware, mas sabe-se que o arquivo não pode ser baixado na Google Play Store. Por enquanto, o hacker se limitou a falsificar aplicativos de oito bancos coreanos, mas há expectativa de que ele tente afetar outras instituições.



Fonte: olhardigital

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...