27 de dez de 2013

6 motivos para o Google comemorar 2013

Todas as grandes empresas de tecnologia têm seus motivos para celebrar 2013, mas talvez nenhuma delas tenha avançado tanto quanto o Google. No ano que completou 15 aniversários, a gigante das buscas deu as cartas no cobiçado setor da mobilidade com o sucesso do Android e acertou a mão em seus primeiros celulares produzidos sob o comando da Motorola.

1 - Android abocanha mais de 80% do mercado 
Quatro em cada cinco celulares vendidos no mundo este ano vêm equipados com o Android, embora o Google ainda não consiga levantar tanto dinheiro com o sistema operacional. Tim Cook, entretanto, torce o nariz para a estatística. Segundo o CEO da Apple, apesar do domínio do software rival, 55% do tráfego móvel ainda é gerado por dispositivos da maçã.

2 - Compra do Waze
O Google deu um importante passo para transformar o ótimo Google Maps em uma plataforma ainda mais completa. Por US$ 1,1 bilhão, adquiriu o aplicativo israelese de trânsito Waze, que oferece informações atualizadas sobre o tráfego. Os sistemas ainda não foram fundidos e continuam a operar de forma independente.

3 - Moto X e Moto G
Os novos smartphones Moto X e Moto G agradaram o público em categorias diferentes com bom custo-benefício ao oferecer desempenho satisfatório por preços competitivos. Os aparelhos foram os primeiros produzidos em parceria com a unidade da Motorola comprada por US$ 12 bilhões. No penúltimo Laboratório Digital, o Moto G venceu como a melhor opção entre os celulares vendidos no Brasil por até R$ 650.

4 - Chromecast
Simples, barato e pequenino, o Chromecast é uma espécie de pendrive que transforma a televisão em um dispostivo inteligente. Basta plugá-lo na entrada HDMI da TV, baixar o aplicativo e levar vídeos do YouTube, Google e Netflix para a telona por meio da conexão Wi-fi. Nós testamos o gadget em vídeo, vale a pena conferir.

5 - Ações acima dos US$ 1 mil
Em outubro, o Google entrou para o seleto grupo das quatro empresas que tiveram seus papéis trocados acima de US$ 1.000 na Nasdaq. As outras são Berkshire Hathaway, do bilionário Warren Buffet, Seaboard Corporation e Priceline. O recorde foi causado pelo otimismo sobre os resultados trimestrais, que apontaram receita de US$ 15 bilhões entre julho e setembro.

6 - Google Play ultrapassa 50 bilhões de apps
A loja de aplicativos para Androids superou a marca dos 50 bilhões de downloads, mérito que precisa, entretanto, ser compartilhado com a Apple, que atingiu o número dois meses antes. Apesar de vender menos smartphones equipados com iOS, a maçã ainda detém grande vantagem em relação ao sistema rival por pagar até cinco vezes mais aos desenvolvedores.

Fonte: olhar digital
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...