29 de jun de 2013

Como limpar corretamente o cooler do seu computador

Limpar o cooler do computador pode ser, muitas vezes, a solução para quando a máquina passa a travar, reiniciar ou memórias e outros dispositivos não são reconhecidos ou funcionam mal. Para quem não sabe, o cooler é um dispositivo que, resfriando os componentes internos do PC, permite que este realize tarefas complexas e durante um bom tempo, de cabeça fria.

Existem diversos modelos no mercado, mas basicamente todos possuem o mesmo posicionamento dentro da máquina. A exceção fica a cargo dos computadores gamers, que contam com coolers em placas de vídeo, processadores e outros periféricos. Diferenças à parte, o processo de limpeza é basicamente igual ao destacado a seguir, que deve ser feito com calma e cuidado. Não se esqueça de retirar o aparelho da tomada antes de qualquer operação desse tipo.
Limpando o cooler
 Retire os parafusos da tampa do gabinete com com uma chave Phillips e remova-a. Deite-o em uma mesa com a parte aberta virada para cima. Para computadores com dois coolers (a configuração mais recorrente), você encontrará, na parte de cima, um para a fonte de alimentação do PC (de onde se conecta o cabo de energia na tomada) e outro no processador, mais abaixo.

Pode-se realizar a limpeza de qualquer um deles sem grandes dificuldades. Para a fonte, será necessária a remoção de mais parafusos no gabinete, que a mantêm presa ao mesmo. Guarde-os sempre em local visível para não perdê-los.

Feito isso, destaque o cooler do periférico. Com a ajuda de uma escova de dente, papel-higiênico, cotonete, panos ou até um secador de cabelo, retire o excesso de poeira que provavelmente estará formado nas hélices e contorno. Ao final do processo, coloque tudo de volta com cuidado, conferindo sempre se todos os parafusos foram colocados de forma segura em seus respectivos lugares.
Limpeza do cooler do processador
Para o cooler do processador, é necessário atenção especial. Se quiser desconectar o cabo que o liga à placa mãe, é importante reconectá-lo ao fim da limpeza. Computadores iniciados sem esse fio essencial ao funcionamento do cooler, que tem o papel de refrigerar justamente o cérebro da máquina, têm uma alta chance de terem sua placa-mãe queimada, por superaquecimento.

Evite o contato com componentes conectados à placa-mãe, visto que podem ser até mesmo seriamente danificados. Com isso em mente, retire os parafusos que o prendem ao hardware e, atento às travas costumeiramente encontradas, remova a hélice e efetue a limpeza da mesma. Podem ser usados papel-higiênico, cotonete, panos e outros similares.

A parte do cooler em contato com o processador, em geral de cor bronze, poderá conter vestígios da chamada pasta térmica, que ajuda a evitar o superaquecimento do cérebro do computador. Limpe esses vestígios com um papel ou pano. É provável que você encontre mais dele no próprio processador e, se tiver dificuldade em removê-los, umedeça o pano com um pouquinho de álcool. Importante: após a limpeza desses resíduos, não se esqueça de aplicar a pasta térmica no mesmo lugar. Sem a pasta, o superaquecimento do computador é quase certo, podendo ocasionar problemas sérios no computador. Terminado o processo, reconecte o cooler à placa-mãe com cuidado, sem esquecer do(s) cabo(s) e parafusos.

Se, após isso, sua máquina ainda apresentar problemas de congelamento ou continuar reiniciando sem motivo aparente, é hora de conferir outros suspeitos: como malware, por exemplo.

Fonte: techtudo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...