21 de mai de 2013

Por dentro dos aplicativos do Google Glass


O que antes parecia uma realidade distante já está funcionando. O Google Glass, óculos inteligente que proporciona uma nova maneira de interagir com o mundo, já existe e há diversos aplicativos sendo criados para ele.
Como funcionará no dia a dia, se irá cair no gosto da maioria e quais serão os efeitos disso sobre a sociedade permanecem como questionamentos abertos. No entanto, após passar um bom período testando o gadget, Paul Miller, repórter do The Verge, fez uma matéria bastante interessante explicando os detalhes de funcionamento do aparelho. Nós reunimos algumas das experiências que ele compartilha a seguir:

Funções básicas
Com apenas um “Ok, Glass” você pode dar ao aparelho qualquer comando de voz. No entanto, provavelmente será melhor utilizar o touchpad lateral do que ficar conversando com os óculos o tempo todo. É muito mais prático.

O excesso de simplicidade do touchpad traz uma linha de aprendizado que pode fazer com que você demore a se acostumar. Há diversos momentos que um simples toque pode ser confundido com uma deslizada de dedo e o Glass entenda o comando erroneamente.

Configurar o básico é fácil – basta cadastrar o wi-fi. No entanto, importar seus primeiros contatos é um trabalho duro e é mais recomendável que o faça pelo computador. O Glass até oferece a oportunidade de sincronizar com contatos do Gmail, mas se você não tiver tudo organizado terá de editar manualmente.

Ainda há uma segunda etapa chamada Contatos compartilhados, conectada a seu Google+. Essa é mais fácil de configurar, mas é necessário ficar atento: se um aplicativo funcionar com essa ferramenta, provavelmente suas ações serão postadas automaticamente na rede social.

Instalando aplicativos
O Glass traz alguns apps por padrão, como o do New York Times, CNN e Twitter. No entanto, não há uma loja de aplicativos específica para o aparelho. Se você quiser um novo app, deverá procurá-lo e instalá-lo sozinho.

Interação com o Google
Para usar o Glass, você precisa ter algo em mente: ele foi feito para usuários do Google. Se você não simpatiza com os serviços da companhia, esqueça.

Ele entende rápido o que você fala e executa a ação solicitada. No entanto, é fácil confundir suas palavras ou pior: entender o que alguém perto de você falou. E isso pode dar bastante confusão.

As perguntas que você pode fazer no Google Search funcionam relativamente bem. Ele é capaz de responder coisas simples, mas, se perguntar “a que velocidade uma girafa consegue correr”, a tecnologia provavelmente se confundirá.

Fotos e vídeos 
Sempre que disser “Take a picture”, o aparelho prontamente irá tirar uma foto e fazer o upload dela, de forma privada, para seu Google+. Na sequência você pode escolher se deseja compartilhá-la ou não. Para gravar um vídeo o esquema é semelhante.

Mapas
Se perder com o Glass é bem difícil. Basta dizer “Get directions to” e ele logo irá lhe mostrar um GPS para chegar até o endereço solicitado. A geolocalização funciona bem e o mapa é atualizado em tempo real conforme você anda. No entanto, vale destacar que o app não conta com itinerários para carros ou transporte público – apenas para a boa e velha caminhada.

Gmail
Assim como enviar SMS, enviar um email é bem simples. Basta dar o comando de voz e ditar o que você quer no corpo da mensagem e o Glass transcreverá para você. Um ponto interessante é que o app não exibe toda a sua caixa de entrada, apenas os emails considerados mais importantes por algum estranho algoritmo.

Hangouts
Durantes as experiências de Miller, o aplicativo de Hangouts “deu pau” diversas vezes. Ele permite a você conversar com outros amigos e mostra apenas o rosto de um de cada vez – variando de acordo com quem está falando. A câmera mostrará aos seus colegas exatamente o que você está vendo.

Google Now
O Now exibe informações básicas sobre o lugar onde você estiver. Nos EUA, nos testes de Miller, o app se saiu bem e ainda apresentando informações de forma discreta e sem atrapalhar muito a vista.

Fonte: olhardigital
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...