24 de abr de 2013

"Likes no Facebook não salvam vidas", diz Unicef

A Unicef - Fundo das Nações Unidas para a Infância - decidiu combater de forma ácida o chamado ativismo de sofá, movimento encabeçado por pessoas que apoiam causas apenas via redes sociais
Em campanha publicitária, a regional da Suécia conta a história de Raim, um garoto de 10 anos que precisa cuidar do irmão mais novo acometido pela poliomielite, também conhecida como paralisia infantil.

Com ironia, o menino diz não estar preocupado com o que pode acontecer ao caçula porque sabe que pode contar com a ajuda dos 170 mil seguidores da página da Unicef no Facebook, que em breve se tornarão 200 mil. "Likes não salvam vidas; dinheiro salva", conclui a assinatura do comercial, segundo o qual R$ 15 pagam vacinas para 12 crianças com a doença.

Fonte: olhardigital
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...