4 de fev de 2013

Cientistas criam chip com transmissão de dados em 3D

Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, apresentaram o primeiro chip que transmite informações em 3D. O modelo, em caráter experimental, consegue movimentar dados para cima e para baixo, entre camadas de átomos, criando uma espécie de escada e ampliando as possibilidades de transmissão e armazenamento de informações.
Hoje, os chips funcionam em um sistema plano, por associação de cargas de elétrons em circuitos magnéticos. Para chegar ao chip com característica 3D, os pesquisadores trabalharam com o movimento de rotação dos elétrons e com a energia magnética liberada pela manipulação de sentido de “giro” dessas partículas.

Manipulação em escada por spintrônica


A tecnologia de eletrônica baseada em “spin”, conhecida como spintrônica, deve basear o funcionamento de microprocessadores e semicondutores, além de aumentar a capacidade de armazenamento de discos rígidos. Outra vantagem é que os processadores poderão ser arquitetados verticalmente em vez de crescer apenas em plano horizontal.
 
Para chegar a este modelo de chip, os cientistas acrescentaram uma camada de átomos de rutênio entre as de cobalto e platina. Essa camada é que permite manipular o giro dos elétrons e utilizar o campo magnético para movimentar os dados em uma nova dimensão.

De acordo com o professor Russell Cowburn, a nanotecnologia está tão avançada que é possível criar uma estrutura como essa com muita precisão e ainda conferir, com instrumentos avançados de laser, o resultado: “Nós podemos realmente ver os dados subindo essa nanoescada passo a passo”.

Fonte:  tecmundo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...