29 de out de 2012

EUA prendem homem que dizia ser dono do Facebook

Paul Ceglia se tornou conhecido em 2010, após entrar com uma ação contra o Facebook alegando ter 50% de participação na empresa de Mark Zuckerberg. Segundo a Justiça do Estado de Nova York, Ceglia forjou documentos e evidências para tentar enganar a corte a fim de fraudar a empresa em um esquema bilionário.
Segundo a ação, em abril de 2003, quase um ano antes do lançamento da rede social, Zuckerberg teria contratado Ceglia para desenvolver um site que seria chamado “The face book” ou “The page book”. Em troca, ele ficaria com metade das ações da nova empresa.
Segundo os promotores, Ceglia forjou cópias falsas desse contrato e e-mails inexistentes entre ele e Zuckerberg.

“As tentativas dele contra o Facebook envolvem não só fraude, mas também a tentativa de corromper nosso sistema legal ao fabricar evidências falsas. Isso é intolerável”, afirmou o promotor Preet Bharara em comunicado divulgado. Além dessa, Ceglia responde por duas outras acusações de fraude. A pena máxima para cada caso é de 20 anos.

Fonte: exameabril

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...