18 de jan de 2012

Google coloca tarja preta em seu logo contra S.O.P.A


Como previsto em nossa mensagem de ontem, 18 de janeiro chegou e um grande número de empresas, marcas globais e gigantes da tecnologia estão protestando contra a lei antipirataria SOPA (Stop Online Piracy Act), baseada na proposta PROTECT IP Act (PIPA), que é debatido no Congresso dos Estados Unidos.- entre eles, a Google.


Hoje, para os residentes nos EUA que acessarem a página Google.com, verão que o gigante das buscas colocou uma tarja preta sobre o seu logotipo em protesto contra a SOPA e PIPA, afirmando que acredita que políticos devem "acabar com a pirataria, não com a liberdade" uma vez que afirmam que as leis vão "censurar a Internet e diminuir o crescimento econômico ".

Considerando que milhões de pessoas visitam a sua página Google.com a cada dia, a Google está fazendo seu melhor para garantir que a mensagem seja entregue a seus usuários e que eles fiquem cientes de que suas liberdades estão em perigo na Internet. Para explicar melhor o protesto e as suas consequências, a Google adicionou um link em sua homepage para uma página detalhando o que os projeto (se aprovado) significaria aos usuários da Internet não só nos EUA mas em todo o mundo.

Ele também fornece uma forma para permitir que os visitantes assinem a petição contra o projeto.

Aqueles que estão fora dos Estados Unidos não verão a tarja preta sobre o logo do Google, mas eles poderão acessar o link na página inicial para ler mais sobre as ações da proposta:
A Google também lista 67 empresas, marcas, negócios e websites que hoje tomaram alguma ação de protesto, incluindo a Wikipédia, que está fora do ar em sua versão em inglês com uma mensagem de protesto em sua página inicial, (o acesso continua possível por meio de celulares ou desativando o JavaScript, Reddit e Mozilla - uma vez que cada um deles escolheu protestar de sua própria forma (alguns já estão fora do ar e outros devem sair do ar em questão de horas).

Usuários da Wikipedia já estão reclamando do apagão no Twitter sobre o site estar inacessível. Já a versão em português do Wikipedia está funcionando normalmente. No entanto, é possível acessar a página com o texto de protesto da empresa:


"Por mais de uma década, nós, juntamente com outros milhões de voluntários por todo o mundo, contribuímos em centenas de línguas para a construção da Wikipédia." 
"Fizemos isso porque amamos compartilhar o conhecimento, e queremos que este chegue a todos. E só podemos fazer isso porque a internet é livre."
"Entretanto, o Congresso dos Estados Unidos da América está a considerar duas propostas de lei que permitirão censurar e reprimir a maior comunidade livre do mundo."
"Se as propostas de lei Stop Online Piracy Act (SOPA) ou a Preventing Real Online Threats to Economic Creativity and Theft of Intellectual Property Act (PROTECTIP) forem aprovadas, elas irão destruir a liberdade que possibilitou a Wikipédia ser o que ela é hoje."
"Para mais informações, veja a carta escrita por Sue Gardner, Diretora Executiva da Wikimedia Foundation."
"Se manter a internet livre é algo com que você também se preocupa, faça a sua voz valer, compartilhe, espalhe, proteste!"



Hoje, uma coisa é certa - o assunto do dia na internet deverá girar em torno do projeto de lei americano e mesmo que você não se importe com o destino do SOPA ou PIPA, provavelmente ouvirá falar muito sobre isso ainda.


Fonte: The Next Web
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...