20 de jan de 2012

Google acumula quase 5 milhões de assinaturas na Petição Anti-SOPA


No dia 18/01, em apoio ao movimento anti-SOPA, a página em inglês da Google exibiu uma tarja preta sobre o logotipo colorido da empresa. Quando os usuários clicavam na tarja, eram redirecionado para o link "End Piracy, Not Liberty" ("Acabe com a pirataria, não com a Liberdade") com um abaixo-assinado.

O abaixo-assinado permitia que os usuários registrassem seu protesto contra as duas propostas de lei 'anti-pirataria " que estão atualmente em discussão no Congresso dos EUA.

No abaixo-assinado "milhões de americanos se opõem à SOPA e PIPA porque essas leis gerariam a censura na Internet e diminuiriam o crescimento econômico nos EUA", e solicitam ao "Congresso que vote NÃO às propostas do PIPA e SOPA antes que seja tarde demais". 

De acordo com Christine Chen, porta-voz do Google, foram colhidas cerca de 4,5 milhões de assinaturas até às 4:30 PM, e esse número deveria ainda subir bastante até o final do dia.

Várias outras empresas gigantes da internet protestaram contra essas duas leis, entre elas a  Wikipédia, que ficou fora do ar durante 24 horas e outras como o Facebook, Twitter e Amazon.

Em seu site, a Wikipedia agradece aos 162 milhões de usuários que visitaram o site durante o protesto e afirma que a luta continua.


Afinal, o que significa essa lei?
De acordo com o projeto, sites, que oferecem o download ilegal de torrents com arquivos de músicas, filmes, livros e outros tantos formatos digitais como Pirate Bay, estão na mira do governo e podem ver o fim de seus serviços caso a lei passe no Congresso americano. 

Páginas de venda de artigos físicos considerados pitaras também são alvos da lei.

Além de derrubar por completo sites denunciados por troca ilegal de arquivos sob regime de direito autoral ou venda de produtos irregulares, o SOPA exigirá que motores de busca na internet como o Google.com, redes de anúncios on-line, provedores de acesso e empresas de pagamento digital suspendam serviços fornecidos aos sites. 

Mais ainda, o SOPA pode tornar a internet americana tão vigiada quanto a da China, examinando pacotes trocados entre internautas em buscas de irregularidades. Basta a decisão de um juiz e a perseguição estará instalada.

Fonte: ITProPortal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...