7 de dez de 2011

Vídeo no YouTube paga cirurgia e tratamento de "Menina Isabela"

Isabela completou 3 anos em outubro (Foto: Reprodução)




Isabela completou 3 anos em outubro (Foto: Arquivo Pessoal)
Um vídeo caseiro publicado no YouTube ajudou os pais de Isabela, de 3 anos, a pagarem a cirurgia e o tratamento da menina, que nasceu sem mexer o braço direito. Em 2010, o vídeo virou sucesso na internet. Nele, Isabela briga com o pai por ele ter fechado a porta do quintal onde ela estava brincando. Na negociação, ela diz: “Não fecha a porta, tá? Tranquilo?” A expressão virou sua marca registrada.


Logo que o vídeo estourou, o pai, Felipe Horst, recebeu um convite do Google para se tornar parceiro do YouTube. Além de receber dinheiro pela publicidade inserida no vídeo, o canal “Menina Isabela” também gerou lucro para a família. Horst fez novos vídeos com a filha e, onze clipes depois, a página já recebeu mais de 30 milhões de visitas.

Vídeo de Isabela no YouTube (Foto: Reprodução)Vídeo de Isabela no YouTube (Foto: Reprodução)
Isabela sofreu uma lesão grave no conjunto de nervos do braço direito durante o parto. Com menos de 2 anos, ela passou por uma cirurgia delicada para retomar o movimento. “Isabela fez a operação em maio [de 2010]. Ainda estávamos pagando a cirurgia quando o vídeo foi publicado”, conta Horst em entrevista ao G1. A renda inesperada do YouTube ajudou a família a quitar a dívida. “O plano de saúde não cobria o tratamento. O gasto com a cirurgia foi muito alto. E, no final, foi Isabela quem pagou”.


O YouTube monitora todos os vídeos enviados ao site e, caso considere que um vai se tornar popular, um representante do Google entra em contato com a pessoa que postou. A receita dos anúncios é, então, dividida entre o site e o usuário para incentivá-lo a criar novos clipes. Segundo o YouTube, o usuário recebe a maior parte da divisão (confira).
'Mesada' do YouTube
Desde outubro de 2010, Horst recebe um dinheiro mensal transferido dos Estados Unidos para sua conta no Brasil. A quantidade vem diminuindo, mas atingiu picos no final do ano passado e em julho. “Os vídeos que publico de Isabela instantaneamente atingem uma marca boa de visitas. Em menos de uma semana, eles chegam a 200 mil”, explica.

Hoje, Isabela consegue usar as duas mãos para brincar (Foto: Arquivo pessoal)Hoje, Isabela consegue usar as duas
mãos para brincar (Foto: Arquivo pessoal)
O lucro mensal do vídeo paga o tratamento de Isabela. Duas vezes por semana, ela tem aulas de hidroterapia, fisioterapia e balé. “Por enquanto, o dinheiro que recebemos do YouTube paga todas as aulas e ainda as consultas médicas”, diz Horst.

Hoje, o braço de Isabela já está muito melhor. Antes, ela não tinha sensibilidade e movia apenas o ombro e um pouco do cotovelo. “Ela evoluiu muito. Agora, ela consegue fechar o braço e mover os dedos”. Horst explica que é muito comum entre crianças que têm essa lesão machucar o braço devido à falta de sensibilidade. “Até hoje, ela nunca teve nenhum acidente”.


Menos atualização

Horst  acredita que eles vão parar de receber o dinheiro do YouTube em alguns meses, pois o lucro é cada vez menor. O canal de Isabela deixou de ser atualizado há sete meses. “Não é muito fácil fazer vídeo com ela agora. Isabela está mais ciente que eu estou filmando”.


Horst também tem receio que Isabela não goste de ter vídeos seus na internet no futuro. “Cada vez que faço um vídeo novo, revelo a fisionomia dela e mostro como ela vai ser quando virar adulta. Espero que ela goste, porque eu sempre tentei mostrar o seu lado esperto. Mas se ela não gostar da fama, não quero que ela seja tão reconhecível, por isso paramos um pouco de fazer os vídeos”, explica.


Canal de Isabela no YouTube já recebeu mais de 30 milhões de acessos (Foto: Reprodução)Canal de Isabela no YouTube já recebeu mais de 30 milhões de acessos 



Sucesso 'real'

O sucesso de Isabela na internet também chegou às ruas. Eles moram em Montenegro (RS), mas quando visitam Porto Alegre, muita gente reconhece Isabela e pede para tirar foto. 

A fama chamou a atenção inclusive de empresas. Isabela fez uma sessão de fotografia e vai filmar um comercial para uma marca de roupas infantis. “Eles se interessam muito por causa do vídeo e do ‘Tranquilo?’. O comercial vai inclusive usar essa expressão, que é a marca registrada dela”, conta Horst. O dinheiro do comercial será colocado na poupança de Isabela. Os pais esperam conseguir guardá-lo para usar na sua educação no futuro.



Fonte: G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...